Fotografia de Pedro Cavaco

Menu:

Pesquisar

Agosto 2020
M T W T F S S
« Dec    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31  

Arquivos

Categorias

Momentos


Social

Twitter

Suportes

Arch Linux Whos Amung Us Valid XHTML 1.0 Transitional Valid CSS Level A conformance Valid RSS

O primeiro cheirinho a Hobbit

É o blogue oficial do filme, para os entusiastas como eu.

Os Reinos do Norte

É já depois de amanha que estreia no grande ecrã, o sucesso de Philip Pullman. Embora tenha a trilogia dos livros à cerca de 3 anos, vou agora na página 163 de 340 do primeiro, que em português dá pelo nome de Os Reinos do Norte.Esta quinta-feira, com bastante expectativa, lá estaremos para a ver […]

Cidade – fora da corrida…

O meu primeiro microfilme, Cidade, ficou fora dos 92 finalistas do Festival de Micro Filmes de Lisboa.Quem estiver interessado em conhecer a lista final, ela está aqui. Apesar de tudo foi uma experiência engraçada, que voltarei a repetir quando tiver oportunidade, resta-me pois, desejar boa sorte ao finalistas e agradecer por todo o apoio que […]

Cidade, o microfilme em votação…

Pois é, findo o prazo de envio de filmes para o Festival de Microfilmes de Lisboa, começa agora o período de votações. Assim sendo, resta-me pedir a quem gostou do meu microfilme, que vote nele.Obrigado!

Cidade – o meu primeiro microfilme

Para quem estiver a ler este artigo através de RSS ou Planeta, aqui fica a ligação do filme. Muito Obrigado pelos comentários anteriores!

Cidade – sobre o meu primeiro microfilme

Este é o meu primeiro microfilme, no âmbito do Festival de Micro Filmes de Lisboa. É para alguns conhecido, que a Realização é um dos meus grandes gostos, ela é talvez a maior porta de criatividade… adoro imaginar, deambular e depois realizar, criar algo é ousar ir mais longe. Neste espírito, com muita vontade e […]

O meu primeiro (?) Micro Filme

Está por horas, acabei hoje às 7 da manha as últimas filmagens…

Stardust – O Mistério da Estrela Cadente

Neil Gaiman escreveu a história, Matthew Vaughn deu lhe vida. Comprei o livro, talvez há um ano, quando não queria ler algo grande e maçudo, a capa era gira, o autor era-me desconhecido e não sabendo sabia, que a forma aleatória de escolha de um livro de fantasia, pode reservar-nos boas (ou más) surpresas, foi […]